top of page
  • Foto do escritorALDEIA

Respirar para evoluir!

O treino de respiração é fundamental para atletas e indivíduos envolvidos em atividades de alto rendimento. A respiração adequada desempenha um papel crucial na performance física e mental, permitindo que o corpo funcione de maneira mais eficiente, melhorando a resistência, a concentração e a recuperação.

 

Fazendo uma analogia, um filtro de combustível velho acaba prejudicando e aumentando o consumo do motor de um carro, portanto é inteligente manter suas trocas em dia. O treino de respiração funciona como um filtro sempre novo, capaz de desfrutar do máximo de desempenho do motor.

 

Em atividades físicas intensas como CrossFit a demanda de oxigênio na maioria das vezes aumenta consideravelmente. Por este motivo, um treinamento adequado de respiração pode potencializar os resultados a partir da melhora da concentração de O2, bem como sua disponibilidade durante as trocas gasosas dentro do pulmão.

 

É interessante correlacionar o tipo de respiração para cada modalidade de treino. Por exemplo: Se em um treino do tipo EVERY MINUTE ON THE MINUTE (EMOM) temos um intervalo curto entre a tarefa a ser feita e o próximo round, é extremamente recomendado aumentar propositalmente a frequência respiratória a fim de “lavar o CO2” (facilitar a saída de gás carbônico e melhorar o equilíbrio ácido-básico no organismo) e, nos últimos segundos antes do próximo round, reduzirmos novamente a frequência respiratória, agora com um foco na expansão pulmonar para acumular o máximo de O2 para a atividade.

 

Treinos do tipo AMRAP ou FOR TIME exigem uma coordenação maior entre as respirações e os movimentos executados por todo o tempo da tarefa. O que acontece muitas vezes, é que o indivíduo respira numa frequência e intensidade  que não condiz com o esforço realizado, resultando numa performance pouco abaixo do que seria capaz de realizar.

 

Vamos à prática?!

Proponho um exercício simples para os treinos de AMRAP ou FOR TIME que vão facilitar sua consciência da respiração durante o Workout of the Day (WOD):

Tente contar uma a duas respirações completas para cada repetição em todos os exercícios até o fim do WOD. Lembre-se de utilizar desde as bases dos pulmões até o seus ápices, ou seja, expanda o máximo que conseguir, ponha a caixa torácica para se movimentar.

 

Quanto aos treinos de EMOM, minha sugestão é:

Se você concluiu a tarefa e tem mais 30s para descansar, utilize os próximos 20s a 25s para enfatizar a expiração pela boca com uma frequência respiratória elevada (no mínimo uma respiração por segundo) e nos últimos 5s a 10s realize 2 a 4 respirações completas e profundas, focando na expansão pulmonar. Tente realizar o exercício em todos os rounds.

 

Esse é o primeiro passo para internalizar a importância da respiração e otimizar o sinergismo da máquina que é o corpo humano.

 

“Aprendemos a fazer alguma coisa fazendo-a. Não há outra maneira.”

JOHN HOLT

 

 

Victor Bittencourt

Fisioterapeuta Esportivo - COFFITO

Membro da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física - SONAFE

 

59 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo

*todas as informações contidas nesse blog são de propriedade da ALDEIA CLUBE DE SAÚDE©, que detém todos os direitos reservados de autoria. Toda e ou qualquer parte dele não pode ser reproduzido ou usada de forma alguma sem autorização expressa, por escrito, do autor ou editor sob pena de ação jurídica conforme LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

bottom of page